13 de abr de 2014

Como Determinar o Número de Diagonais de um Polígono Convexo de $N$ Lados

Esta é uma abordagem simples de como determinar quantas diagonais são possíveis traçar num polígono convexo sem ter que propriamente traçá-las, mas apenas sabendo o número de lados do polígono.

Definição $1$: Diagonal de um polígono é o segmento de reta que une dois de seus vértices não-consecutivos.

Tomando um quadrilátero qualquer, vemos que parte apenas uma diagonal de cada vértice. Por exemplo, do vértice $A$, parte apenas a diagonal $\overline{AC}$:

Tomando um pentágono, temos, por exemplo, que do vértice $A$ partem duas diagonais: $\overline{AC}$ e $\overline{AD}$:

Já para um hexágono, temos, por exemplo, que do vértice $A$ partem três diagonais: $\overline{AC}$, $\overline{AD}$ e $\overline{AE}$:

O que queremos é encontrar uma forma de determinar a quantidade de diagonais sem ter que traçá-las no polígono. Vejam que para um polígono de $4$ lados, temos $1$ diagonal partindo de um vértice; para um polígono de $5$ lados, temos $2$ diagonais partindo de um vértice; para um polígono de $6$ lados temos $3$ diagonais partindo de um vértice. Vejam que o número de diagonais que parte de um vértice é igual à quantidade de lados do polígono menos $3$. E para um polígono de $N$ lados, teremos $N-3$ diagonais partindo de um vértice. Assim, podemos montar uma pequena tabela:


Como o número de vértices é igual ao número de lados do polígono, segue que teremos, com extremidade nos $N$ vértices:
\begin{equation}
N\cdot (N-3) \: \text{diagonais}
\end{equation}
No entanto, como cada diagonal tem extremidades em dois vértices, cada diagonal é contada duas vezes, por exemplo no quadrilátero, temos que as diagonais $\overline{AC}= \overline{CA}$, representam a mesma diagonal. Então, basta dividirmos por dois:
\begin{equation}
d=\frac{N(N-3)}{2}
\end{equation}
Para ilustrarmos esse fato, observamos as imagens abaixo:

Podemos montar uma tabela:

Exemplo $1$: Calcular o número de diagonais de um polígono de $256$ lados.

Fazemos:
\begin{equation*}
d=\frac{N(N-3)}{2}=\frac{256(256-3)}{2}=32.384
\end{equation*}
Portanto, há $32.384$ diagonais num polígono de $256$ lados.

Exemplo $2$: Qual é o polígono cujo número de diagonais é o quíntuplo do  número de lados?

Temos que $d=5N$. Então, fazemos a substituição:
\begin{equation*}
\frac{N(N-3)}{2}=5N\Rightarrow N^2-3N=10N \Rightarrow N^2-13N=0 \Rightarrow N(N-13)=0
\end{equation*}
Daqui, concluímos que ou $N=0$ ou $N=13$. Mas, não faz sentido um polígono de $0$ lados, logo tomamos $N=13$ como solução. Assim, o polígono procurado é um tridecágono.

Montemos uma tabela para relembrarmos os nomes dos polígonos:

Exemplo $3$: A diferença entre o número de diagonais de dois polígono é $85$ e o número de lados de um é o triplo de número de lados do outro. Quais são estes polígonos?

Dizemos que $d_1$ é o número de diagonais do polígono de $N_I$ lados e $d_2$ o número de diagonais do polígono de $N_{II}$ lados. Podemos retirar do problema as seguintes informações:
\begin{equation*}
\left\{\begin{matrix}
d_2-d_1=85\\
N_2=3N_1
\end{matrix}\right.
\end{equation*}
Temos que:
\begin{matrix}
d_1=\frac{N_I(N_I-3)}{2} \: \text{e} \: d_2=\frac{N_{II}(N_{II}-3)}{2}
\end{matrix}
Substituindo $d_1$ e $d_2$ na primeira equação do sistema acima, obtemos:
\begin{matrix}
d_2-d_1=85\\
\frac{N_{II}(N_{II}-3)}{2}-\frac{N_I(N_I-3)}{2}=85\\
\frac{N^2_{II}-3N_{II}}{2}-\frac{N^2_I+3N_I}{2}=85\\
N^2_{II}-3N_{II}-N^2_I+3N_I=170
\end{matrix}
Mas $N_{II}=3N_I$, assim:
\begin{matrix}
(3N_I)^2-3(3N_I)-N_I^2+3N_I=170\\
9N_I^2-9N_I-N_I^2+3N_I=170\\
8N_I^2-6N_I-170=0\\
4N_I^2-3N_I-85=0\\
N_I=\frac{3\pm \sqrt{9+1360}}{8}\\
N_I=\frac{3\pm 37}{8}\\
N_{I_1}=5\\
N_{I_2}=-34/8
\end{matrix}
A raiz negativa não nos interessa e o que procuramos é a raiz positiva $5$. Assim, fazemos:
\begin{equation*}
N_{II}=3N_I \Rightarrow 3\cdot 5=15
\end{equation*}
Desta forma, os polígonos procurados são o pentágono e o pentadecágono.

Referências:

$[1]$ Fundamentos da Matemática - Ismael Reis - $7^a$ - Ed. Moderna


Veja mais:

Soma dos Ângulos Internos e Externos de um Polígono Convexo
O Ângulo Interno de um Polígono Regular
Teorema do Ângulo Inscrito

Imprimir

9 comentários:

  1. Olá Kleber!

    Como sempre cirando publicações fantásticas para ajudar-nos com a tão "temida" matemática. Parabéns pelo artigo, a maneira como você explica cada parte do conteúdo é brilhante. As vezes fico imaginado como seria você lecionando esses conteúdos para seus alunos, eles deveriam amar suas aulas.

    Att. Romirys Cavalcante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Romirys, como vai?

      Obrigado pelo comentário encorajador! Decidi há poucos dias que devo também abordar assuntos da matemática do ensino fundamental. Ultimamente estava focado no ensino superior e médio. Assuntos simples como este são bons de trabalhar, pois podem facilmente ser construídos juntamente com os alunos. E são fantásticos! Ultimamente está cada vez mais difícil escrever um artigo. Gostaria de ter mais tempo e disposição para isso.

      Um grande abraço.

      Excluir
  2. É legal rever os assuntos já estudados em anos anteriores, agora eu notei uma coisa, pelas figuras ao que parece as diagonais de um polígono regular de N lados para N > 5 as suas diagonais formarão uma "Estrela de N pontas"(Pentagrama, Hexagrama, etc.) sendo que cada "ponta" será "cortada" por n-5 linhas que dividem o ângulo formado pelos segmentos de reta que formam a ponta da estrela em n-4 partes congruentes entre si, como pode ser visto pela imagem(http://imgur.com/OEFTisr).

    Também notei que as diagonais dividem o ângulo de um vértice em n-2 ângulos congruentes

    ResponderExcluir
  3. e muito bom aprender isso mesmo

    ResponderExcluir
  4. porra parabens isto ta do caralho

    ResponderExcluir
  5. estava a tomar banho e pensei em uma outra abordagem simples para determinar o número de diagonais de um polígono de n faces, mas utilizando combinatória e geometria.
    uma reta pode ser definida por dois pontos não coincidentes. de um conjunto de n pontos, podemos formar $C_n^2 = \frac{n!}{2!(n-2)!}$ retas.
    um polígono convexo de n vértices possui n lados, então o número de retas distintas que é possível formar com os vértices desse polígono é igual a $C_n^2$. sendo assim, para encontrar o número de diagonais desse polígono, basta subtrair $n$ (que é o número de faces do poligono) de $C_n^2$ (que é o número de retas distintas formadas pelos vértices do polígono), que após a manipulação algébrica, também chega-se a $\frac{n(n-3)}{2}$, que é a fórmula apresentada no post.

    ResponderExcluir
  6. Itamar R. Jr.07/09/2015 17:57

    Note que os números de diagonais dos polígonos convexos, começando pelo quadrilátero, pentágono, etc.,formam a sequência 2, 5, 9, 14, 20,..., que pode ser escrita assim: 2, 2+3, 2+3+4, 2+3+4+5, 2+3+4+5+6, etc,ou seja: os números formam uma sequência aritmética de razão 1, em que o 1º termo é sempre 2 e o último é o nº de lados do polígono, menos 2. Ex. com o polígono de 8 lados: o 1º termo da série é 2 e o último termo é o nº de lados (8), menos 2, que dá 6: 2+3+4+5+6, total 20 diagonais.

    ResponderExcluir

  7. Dynkin finitos polígono de 256 lados num 32.384 diagonais é E8 de um subgrupo Por exemplo, se retirar o ponto final do E8 temos uma sub-diagrama chamado D7 D8

    ResponderExcluir
  8. determine o numero de diagonais que partem de um unico vertice de poligono convexo de 14 lados

    ResponderExcluir

Por favor, leiam antes de comentar:

▪ Escreva um comentário apenas referente ao tema;

▪ Para demais, utilize o formulário de contato;

▪ Comentários ofensivos ou spans não serão publicados;

▪ Desde o dia 23/07/2013, todos os comentários passaram a ser moderados. Para maiores detalhes, veja a nota de moderação aqui;

▪ É possível escrever fórmulas em $\LaTeX$ nos comentários deste blog graças a um script da Mathjax. Para fórmulas inline ou alinhadas à esquerda, escreva a fórmula entre os símbolos de $\$$; Para fórmulas centralizadas, utilize o símbolo duplo $\$\$$.

Por exemplo, a^2 + b^2 = c^2 entre os símbolos de $\$\$$, gera:
$$a^2+b^2=c^2$$
▪ Para visualizar as fórmulas em $\LaTeX$ antes de publicá-las, acessem este link.

Seu comentário é o meu Salário!

Redes Sociais

Arquivo do Blog

Seguidores

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...